Google+ Followers

terça-feira, 23 de abril de 2013

Seita apascentar : picaretagem e teologia da prosperidade

O pastor Marcus "Picareta" "Falso Profeta" Gregório , lider da seita apascentar
Caros já se tornaram comuns as cenas de deturpação completa do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo promovida por pseudo Igrejas ditas "evangélicas" ( só de nome pois em substancia elas são a negação do evangelho ).

Aqui em Nova Iguaçu , cidade da baixada fluminense no Estado do RJ , onde vivemos,  isso não é diferente.Por aqui estas seitas propagam como vírus em grande parte por causa da baixa instrução da população e de suas carências materiais o que deixa vastos grupos sociais indefesos diante dos apelos de falsos profetas interessados em extrair da população dinheiro e reconhecimento, adquirindo status e poder , através de promessas de curas , prosperidade , solução imediata de problemas emotivos , morais , etc.

Uma desses seitas , especializada em manipulação mental , lavagem cerebral e hipnose coletiva a fim de criar um aura de unção divina em torno de seu líder , o "pastor" e falso profeta marcus Gregório, se especializou naquilo que chamamos de "Igreja Herba Life ". 

 Você pode perguntar o que certas "igrejas" têm em comum com vendedores de Herbalife. Você já teve contato com um desses vendedores? Se eram seus amigos, eles já não o verão mais como amigo, mas como cliente em potencial, a quem poderão empurrar centenas de produtos. Verão você também como  mais um vendedor em potencial, cuja adesão ao “sistema” renderá a eles uma comissão e elevação de status dentro do “sistema”.Síndrome de “superioridade”, é comum nessas "igrejas". Eles consideram que os demais cristãos convencionais estão mortos espiritualmente.Essas "igrejas" trabalham com  manipulação excessiva dos membros, demasiada ênfase em dízimos e ofertas, metas de conversão impostas, encontros a serem realizados etc, apelo a experiências psicológicas - emotivas como provas da liberação da unção e da salvação , etc.

Em resumo : tais "igrejas" confundem metodologia mercadológica com evangelização.São expressão da sociedade de consumo , levada pra dentro da vida de fé: mercantilizam tudo !

O chamado ministério apascentar de Nova Iguaçu aderiu totalmente ao modelo.

No dia 26 de Abril de 2013 vai realizar a "NOITE DO SAPATO" onde quem levar uma amiga concorre a ganhar um sapato !!!!!!

Ainda,  as mulheres são instadas a ir com seus melhores sapatos num verdadeiro desfile de moda em nome da adoração a Deus !! [http://www.apascentar.org/noite-do-sapato-27-de-abril-na-rede-de-mulheres-em-alta/]

A seita ainda está promovendo um jejum de 50 dias.O jejum na tradição cristã legítima significa ato de penitência , gesto de arrependimento e mortificação das más paixões.

Para a casta neopentecostal o jejum é meio para fazer barganha com Deus.Entre os motivos do jejum de 50 dias temos :

 "Romper financeiro na igreja e na vida de seus membros... Recursos financeiros para a compra das propriedades, para expansão e crescimento do Ministério Apascentar em Nova Iguaçu...Lançamento e venda de novos CD´s e DVD´s...Quebra de todo jugo emocional, "financeiro", sentimental, profissional, físico e espiritual...Senhor abençoa os empresários, sua vida, seus negócios, os empreendimentos e traz um crescimento sobrenatural no patrimônio do teu povo abençoando a todos nós com o dobro, em nome de Jesus...Senhor, abençoa a igreja e todos os fiéis dizimistas e ofertantes com esta bênção, em nome de Jesus. II Crônicas 31:1-5"[http://www.apascentar.org/50-dias-de-jejum/]

A seita ainda pregou durante a Páscoa a campanha "Páscoa para reinarmos em vida" leia-se : Jesus ressucitou pra você ficar rico nessa terra e reinar aqui !!

O certo é que quem enriquece com tudo isso é o "pastor" presidente da seita que comprou faz um certo tempo , segundo informações do corretor de imóveis pelo qual intermediei a compra de minha casa , uma mansão milionária através desse mesmo corretor.Pelo menos para ele toda essa campanha tem dado certo !!

 Tudo isso nos remete a palavra de Deus na segunda epístola de São Pedro cap 2 , 1-3 : "Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores que introduzirão disfarçadamente seitas perniciosas. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre si uma ruína repentina.Muitos os seguirão nas suas desordens e serão deste modo a causa de o caminho da verdade ser caluniado.Movidos por cobiça, eles vos hão de explorar por palavras cheias de astúcia. Há muito tempo a condenação os ameaça, e a sua ruína não dorme."

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.

E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.

E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.
2 Pedro 2:1-3
E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.

E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.

E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.
2 Pedro 2:1-3

 

sábado, 20 de abril de 2013

JMJ : folia ou celebração cristã ?

Imagens valem mais que mil palavras !!!

Cenas das JMJs anteriores que captam um pouco do espírito do evento :


Baderna , anarquia , desordem e sensualismo












  

Revolução Cultural sob proteção da Igreja



Acima: um padre e uma freira dançando em cima de barris em frente à Catedral de Cologne.
À direita: jovens mulheres em trajes brancos dançando pelo altar onde está exposto o Santíssimo Sacramento num ostensório.





  Novas devotas






Estilo Woodstock Ainda Presente na JMJ em  Sydney







A Dança da Freira com o Padre missionário



Cologne 2005, Agosto 16 - 21 – A belga Irmã Johanne Vertommen dança com o padre missionário John em dois close-ups da Jornada Mundial da Juventude 2005. 

Falta de pureza na JMJ de Toronto






Bordel "sagrado"?




Sensualidade a flor da pele em Madrid 2011.




Caro leitor tire suas conclusões !!!

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Por que judeus estão apoiando o casamento gay ?

ADL forma bloco de organizações para o casamento gay.

Grupos judeus-sionistas formam coalizão de apoio a igualdade no casamento. 

A liga de anti difamação reuniu uma série de organizações religiosas e sionistas judaicas a qual está chamando de "ampla coligação em apoio à igualdade no casamento"; a organização anunciou essa aliança em fevereiro de 2013.

Entre os grupos de judeus que aderiram coalizão da ADL são a Conferência Central de Rabinos Americanos, as Mulheres da Reforma do Judaísmo, Hadassah - As Mulheres Organização Sionista da América, Truah: Rabinos pelos Direitos Humanos - América do Norte e Liga Feminina para o Judaísmo Conservador.

Grupos não-judeus, como a Sikh-América pela defesa legal e  o Fundo de Educação da Fundação Hindu- americana também são membros.

A ADL apresentou duas ações à Suprema Corte dos EUA para dois casos pendentes centradas em torno da questão do casamento homossexual
.

O primeiro caso desafia a constitucionalidade do projeto de lei da Califórnia a Proposição 8, que restringe o casamento a casais do sexo-oposto enquanto o segundo trata da constitucionalidade da Seção 3 do  "Defense of Marriage Act" (DOMA).

Deborah M. Lauter, diretora da ADL , afirmou que, em ambos os casos, o ADL havia reunido o que ela chamou de "coalizão incrivelmente diversa e impressionante de organizações religiosas e culturais."
 

"Defendemos que as opiniões religiosas de casamento deve ser mantido distintas de uma compreensão civil do casamento. A lei mal concebida e discriminatória de 1996 desrespeita esse princípio constitucional de longa data, codificando uma compreensão religiosa particular de casamento em lei federal ". 

 Fonte : [http://www.jpost.com/Jewish-World/Jewish-News/ADL-forms-bloc-of-organizations-for-gay-marriage].Tradução do autor do Blog.

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR É : POR QUE JUDEUS QUE COMPARTILHAM COM CRISTÃOS A VISÃO BÍBLICA DA NATUREZA DO CASAMENTO COMO UNIÃO HOMEM E MULHER ESTÃO NA LUTA PELA UNIÃO CIVIL DE GAYS ? 

 Para bem conhecer o judeu, o melhor meio é estudar o caminho seguido por ele no seio dos outros povos e no decorrer dos séculos.Os judeus sempre foram perseguidos, desde a mais ou menos dois mil anos ou seja desde a diáspora ocorrida no ano 70 DC.Foi exatamente por isso que saudaram e apoiaram alem de terem trabalhado pelas revoluções liberais modernas no século 18 - 19 pois elas lhes trariam igualdade e liberdade dando-lhes direitos de cidadania.Inicia daí sua metamorfose em "benfeitor" da humanidade", digo metamorfose por que é típico do espírito judeu interessar-se apenas por si mesmo e visar apenas aos fins de sua raça. Para que a atitude de bondade que, agora, resolveu assumir, possua uma base real, ele não se pode apegar à antiga frase bíblica, segundo a qual a esquerda não deve saber o que a direita dá, tem que adotar, quer queira quer não, a prática de propagar por toda parte o quanto sente os sofrimentos da humanidade e que sacrifícios faz pessoalmente em beneficio desta.

O judeu fica de repente liberal, começando a sonhar com a necessidade do progresso humano. Pouco a pouco, transforma-se no arauto de uma nova época.Para consolidar sua posição política, tenta destruir as barreiras raciais e de cidadania, que mais do que tudo o embaraçam a cada passo. Para atingir tal fim, luta, com sua resistência típica, pela tolerância religiosa, encontrando na Maçonaria, que caiu inteiramente em seu poder, um excelente instrumento para o combate e para a realização de suas aspirações. Os círculos governamentais, assim como as camadas superiores da burguesia política e econômica, caem em suas armadilhas, guiados por fios maçônicos, mal se apercebendo disso.

Os judeus sempre se envolveram na luta por maior igualdade ou liberdade pois isso lhes traria maior espaço de ação cultural e por efeito maior poder político e econômico.

 A luta atual de grupos judaicos pelo casamento gay no plano civil atende a variados fins entre os quais :

A) ENFRAQUECER A CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL DESTRUINDO-LHE A BASE RELIGIOSA CRISTÃ, INSTAURANDO NELA UMA VERDADEIRA ANARQUIA DE COSTUMES.

B) AFETAR A DEMOGRAFIA DO OCIDENTE QUE ABALADA POR ARRANJOS ANTINATURAIS ENTRE AS PESSOAS ( COMO O CASAMENTO GAY QUE NÃO É PRODUTIVO EM TERMOS DE GERAÇÃO DE PROLE) ABRIRÁ ESPAÇO PARA SEU ENFRAQUECIMENTO COMO SOCIEDADE.

C) DESTRUIR A NOÇÃO DE FAMÍLIA NATURAL BASE DA PROPRIEDADE PRIVADA E DA TRANSMISSÃO DE PATRIMÔNIO ABRINDO TERRENO PARA A DOMINAÇÃO POLÍTICA OU CULTURAL DAS FAMÍLIAS JUDIAS.

A anarquia moral dá aos judeus uma grande vantagem pois faz parecerem os arautos da salvação em meio a uma sociedade em ruínas já que embora defendam estas medidas para a sociedade civil jamais as defendem para dentro de suas comunidades raciais ou religiosas.Como na era medieval e moderna quando os comerciantes judeus trapaceavam com os cristãos nas taxas e juros mas eram honestíssimos para os de dentro da comunidade.Desde então os judeus praticam essa dupla moral com o fim obter ganhos para si.

A redução da demografia dos países ocidentais expõe suas economias que ficam a cada dia mais vulneráveis e necessitadas dos auxílios da rede bancária internacional nas mãos de grandes famílias judias  ( morgan , rockfeller , rotschild , etc.).

Sem uma clara e vigorosa cultura familiar o ocidente cristão se desorganizará e uma era de controle judeu sobre o ocidente virá , controle esse possibilitado pelo fato de que as famílias judias serão fortemente preservadas da invasão da ideologia de gênero e consequente da influência do gayzismo , lesbianismo , transexualismo.Sem uma família natural onde o casal gera prole não há caldo de cultura para o estímulo a poupança , ao investimento e aos negócios que são em última instância motivados pelo desejo de assegurar continuidade familiar , segurança e patrimônio para os descendentes.Instaurar o casamento civil gay é instaurar como princípio de conduta a busca de prazer sexual acima de tudo jogando fora a noção de dever moral que funda a família natural.Casais gays são comprovadamente instáveis e dificilmente formam unidades que persistem no tempo tornando assim inviável a constituição de famílias fortes e produtivas.Mesmo que se admitisse a adoção de crianças por gays faltaria nessa relação o sentimento natural de filiação e paternidade o que tornaria frágil tais "famílias" ; isso no fim das contas impossibilitaria a perpetuação da sociedade ocidental e de sua tradição cristã naquilo que ainda resta de pé.



 

sábado, 6 de abril de 2013

A Rede conspiratória liderada por Dom Helder durante o Concílio Vaticano II

Dom Helder líder da sociedade secreta "Igreja dos pobres" criada com o fim de comunistizar a Igreja Católica
O renomado historiador Roberto de Mattei , autor de “Concílio Vaticano II , uma história nunca escrita” traz informações importantes sobre um rede conspiratória que trabalhou pela eleição do Cardeal Montini ao Papado.
Essa rede tinha como meta tornar Montini Papa da Igreja para controlá-la por dentro pondo – a
a serviço da revolução e da modernidade.
Isso ficou claro na medida em que desde o começo do CV II a ala modernista dos bispos francos  - alemãos( nessa ala inclua-se a ala belga – holandesa) buscaram frustrar os planos da cúria romana de controle dos temas e dos conteúdos  que seriam discutidos no Concílio.
Para frustrar tais planos o Cardeal Lienart , bispo de Lille , deu um golpe na primeira sessão exigindo do Cardeal Tisserant que paralisasse o processo de votação que iria decidir os membros das comissões.Lienart alegava que “é impossível votar desta maneira sem conhecer os candidatos mais qualificados” ao que Tisserant disse “ Eminência a ordem do dia não prevê debates.Estamos reunidos apenas para votar”.Insatisfeito com a resposta o bispo de Lille tomou o microfone e tentou convencer a assembleia a não votar.Os cardeais Konig , Frings e Dopfner apoiaram Lienart e conseguiram levar a assembléia a se dispersar.
O que poderia parecer um fato espontâneo ou uma inspiração do Espírito Santo a Lienart se tratou antes de uma conspiração secretamente montada no dia 13 de outubro de 1962 um dia antes do concílio começar no seminário Santa Clara , onde os cardeais Garrone e Ancel tinham preparado um texto a ser lido por Lienart para barrar os planos da cúria.
 
Ao sair da aula conciliar um bispo holandês disse “ foi nossa primeira vitória”. O concílio começou com um ato conspiratório.
 
Em conseqüência disso uma nova forma organizativa foi criada : as conferencias episcopais é que passariam a ter a responsabilidade pela condução do concílio.Isso era um golpe : não seria mais Roma e o Papa que o conduziriam mas as Igrejas nacionais.
 
Cardeal Suenens líder da ala modernista dentro do CV II e patrocinador da RCC
Isso permitiu a articulação dos bispos da ala progressista européia com a CNBB e o CELAM ambas lideradas por Dom Helder Câmara , arcebispo comunista.
O novo modelo de reunião conciliar não lembrava em nada ao Concílio Vaticano I mas sim ao Concílio de Constança do século 15 que promulgou no seu início a doutrina conciliarista não reconhecida pelos Papas justamente por seu caráter democrático com sua tese de que é o Concílio e não o Papa a autoridade suprema da Igreja.
Quem passou a controlar os trabalhos foram os teólogos nomeados como especialistas dos bispos.Eles não se limitavam a aconselhar mas redigiam os textos dos bispos.Entre esses peritos nomeados estavam os teólogos defensores da nova teologia que defendia centenas de teses antitradicionais: Rahner , Schilebeeckx, Lubac , Danielou , Congar , Haring, etc.
 
O maior inimigo desses peritos era o Santo Ofício e a Cúria Romana, fontes das condenações que pesavam sobre eles.Estes fizeram uma aliança com os bispos para demolir o papel e o poder sobretudo do Santo Ofício.Por isso afirmou Gerald Fogarty em “L’ avvio del assemblea”  : "a colaboração entre bispos e peritos permitiu arrebatar o Concílio ao controle de Ottaviani( Cardeal líder do Santo Ofício)."
Uma afirmação de Dom Marcel Lefebvre na época deixa claro o drama da situação :"os nomes dos padres De Lubac e Congar são nomes que evocam , e com bons motivos , oposição ao pensamento da Igreja e a Humani Generis de PIO XII.Como é possível que estes teólogos de espírito modernista tenham sido nomeados ?”(Tromp , Diarium , p. 815).
Para efetivar a vitória modernista na Igreja Dom Helder criou vários grupos secretos para agir nos bastidores do CV II e junto deles uma rede conspiratória para tomar o controle da Igreja através da eleição do Cardeal Montini :

"Câmara estabeleceu desde a primeira semana de trabalho uma intensa cooperação com o cardeal Suenens que , na sua correspondência , designa pelo nome cifrado de "padre Miguel".O bispo brasileiro narra que ...foi ter ...com Suenens para lhe pedir que liderasse a frente progressista , que estava a organizar discretamente um grupo , posteriormente chamado de "Ecuménico"...Suenens ter-lhe á perguntado: "toda a gente sabe que o senhor é amigo de Montini ; por que pensa em mim e não nele , para este diálogo e para a liderança do Concílio ? Ao que Dom Helder respondeu sem hesitar: " Temos reservado Montini para suceder João XXIII".”
O sacerdote belga François Houtart professor da Universidade de Lovaina reconstituiu a rede de Dom Helder :

"a rede que Dom Helder tinha estabelecido ...compreendia bispos não só da América Latina , mas também de quase todos os países Europeus ...da Bélgica , dos Países baixos , da França , da Alemanha ...E compreendia certo número de Teólogos como Schilebeeckx , Congar , Lubac e Danielou"

Dom Helder dirigia inclusive outros grupos semisecretos como o "Opus Angeli" e a "Igreja dos Pobres".
O Cardeal Suenens disse certa vez sobre Dom Helder : “ este homem  desempenhou um papel fundamental nos bastidores , embora nunca tenha tomado a palavra durante as sessões conciliares”(Suenens,”Souvenirs et espérances, p. 177)
A aliança dos bispos progressistas estava ligada ao CIDOC , aberto pelo padre Ivan Illich com o apoio financeiro do cardeal Spellman de Nova Iorque e dos judeus.Foi o CIDOC  que criou as estratégias de intervenção no Concílio utilizadas por tais bispos.
Illich escreveu em 1959 um artigo cujo título era : “ o clero em vias de extinção”.Nele afirmava que “dessem as boas vindas ao desaparecimento dos aspectos institucionais da Igreja”  augurando a redução do clero e sua secularização com a redução definitiva de poder da Igreja.
O próximo passo era dominar a Conferência Italiana de Bispos a CEI ainda muito ultramontana( ou seja muito defensora do poder do Papa e de Roma , logo de uma Igreja monárquica e com forte autoridade) .Para isso o cardeal Lercaro uniu os Padres Dossetti , jurista e canonista ao Pe Congar para criarem as estratégias para mudar a mentalidade da CEI e ou impedir sua atuação ultramontana no Concílio.O Pe. Dossetti ajudou os bispos progressistas a usar o direito canônico para barrar as iniciativas dos bispos mais conservadores e Congar forneceu-lhes assistência teológica ficando responsável por converter os bispos italianos a idéia de COLEGIALIDADE.
Sobre Congar é interessante citar as anotações de seu diário que revelam os inimigos da ala progressista e como Congar os qualificava : Monsenhor Pietro Parente assessor do Santo Ofício “o homem da condenação de Chenu ,  fascista , o monofisita” , o Pe Tromp secretário da comissão teológica " um temperamento fascista”, o futuro Cardeal Ciappi “espírito pobre e limitado , ultraprudente , ultracurial , ultrapapista”, o Cardeal Pizzardo “miserável , ultra medíocre, sem ponta de cultura , sem horizontes , sem humanidade” culpado por ter sido “um dos opositores de  Montini ( FUTURO PAPA PAULO VI ) , um daqueles que o fizeram sair de Roma”.
A frase  mais reveladora de Pe Congar é a seguinte : “A congregação dos estudos com o imbecil do Pizzardo , Staffa , Romeo é a típica concentração de cretinos...o ultramontanismo é uma realidade...os colégios , as universidades e as escola de Roma destilam-no em doses ; e a dose mais alta quase mortal é que se ministra atualmente na Lateranense ...miserável eclesiologia ultramontana...o meu trabalho desagrada-lhes pois e eles sabem-no tem como objetivo por em circulação idéias que desde há 400 anos mas sobretudo nos últimos 100 eles procuraram eliminar por todas as formas”- Congar , Diário , vol I p. 278( comentário nosso : ele se refere as idéias condenadas pelo Concílio de Trento e por PIO IX na Syllabus , Leão XIII na Libertas , PIO X na Pascendi e PIO XII na Humani Generis)
A "Igreja dos pobres" foi fundada no pacto das catacumbas feito por bispos modernistas
 
Caros fica claro por esses testemunhos insuspeitos e bem confirmados pelas fontes documentais que o CONCÍLIO VATICANO II FOI DOMINADO DESDE O INÍCIO POR UMA CONSPIRAÇÃO MODERNISTA.
 Fica claro inclusive que PAULO VI FOI ELEITO PAPA GRAÇAS A ESSA REDE DE CONSPIRADORES
E também fica claro que essa ALA PROGRESSISTA DE BISPOS E OS TEÓLOGOS LIDERES DA NOVA TEOLOGIA TINHAM  UM MESMO OBJETIVO : REDUZIR O PODER DO PAPA.
Senhores depois de fatos tão estarrecedores só resta pedir a Deus que faça seu juízo vir sobre estes inimigos da Igreja instalados dentro dela desde então.
Hoje são os ensinos destes teólogos que são ministrados nos seminários , nas paróquias , dioceses , até nas universidades romanas.
A ala modernista venceu mas não para sempre.Dia chegará em que Deus fará justiça aos verdadeiros católicos que dentro da Igreja militam contra estes mestres do erro , contra os doutores da ciência de satanás!
 
Fonte : Concílio Vaticano II , uma História Nunca Escrita. Roberto De Mattei. Editora caminhos romanos. Páginas 187 a 195.